Clique e assine com até 92% de desconto

Nos EUA, Bolsonaro fala em privatizar Petrobras e de Selic em 2%

O deputado também reconheceu que tem apenas um “entendimento superficial” de economia

Por Da redação Atualizado em 13 out 2017, 16h47 - Publicado em 13 out 2017, 13h52

O deputador federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ), pré-candidato à Presidência em 2018, afirmou em entrevista à agência Bloomberg nesta sexta-feira 13 que, caso eleito, aceitaria privatizar a Petrobras – desde que não seja para a China. “Sou pela privatização, mas passar uma estatal brasileira para uma estatal chinesa, está passando atestado de incompetência”, analisou o parlamentar.

  • Nos Estados Unidos, Bolsonaro afirmou ainda que, mesmo incluindo privatizações em seu plano de governo, não vê com bons olhos a maneira como a China vem comprando ativos no Brasil. Para ele, os asiáticos representam um país “sem coração”. “A China vem jogando War, em especial no Brasil”, falou em referência ao jogo estratégico de tabuleiro.

    Após reconhecer que tem apenas um “entendimento superficial” de economia, o ex-capitão do Exército disse que deseja ver a taxa básica de juros (Selic) em 2% – ela nunca esteva abaixo de 7,25% nos últimos vinte anos. A Bloomberg classificou as posições políticas e opiniões de Bolsonaro como “se não populistas, certamente pouco ortodoxas”.

    Publicidade