Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Nevoeiro fecha aeroportos na véspera de jogo no Maracanã

Atrasos superaram o pico previsto pela Anac, no Galeão e no Santos Dumont

Por Daniel Haidar, do Rio de Janeiro
17 jun 2014, 11h59

Um dia antes da partida entre Espanha e Chile no Maracanã – com mais uma leva de milhares de turistas a caminho, portanto -, os dois aeroportos do Rio de Janeiro tiveram de ser fechados durante boa parte da manhã, devido a um denso nevoeiro. Diversos voos atrasaram ou foram cancelados tanto no Internacional Tom Jobim (Galeão) quanto no Santos Dumont, desde às 6h.

No Galeão, 31,4% dos voos agendados até as 10h desta terça sofreram atraso. De acordo com a Infraero, 16 voos domésticos previstos nesse período demoraram mais do que 30 minutos para pousar e decolar. Também houve atraso em um voo internacional. Outros nove voos (oito domésticos e um internacional) foram cancelados. No Santos Dumont, sete voos domésticos atrasaram, ou 14% das operações previstas para o mesmo período. Também houve cancelamento de 21 pousos e decolagens, 42% do total.

A situação ultrapassou o nível que o presidente da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), Marcelo Guaranys, considerou o pior cenário possível. Em entrevista na segunda-feira, Guaranys comemorou que apenas 4,2% dos voos haviam atrasado desde o dia 11 de julho. O “pico” de atrasos, de acordo com a previsão dele, chegaria a 15% dos voos em todo o país – quase metade do índice registrado no Galeão, nesta terça.

Leia também:

Estreia do Rio na Copa atraiu 65.000 argentinos

Continua após a publicidade

Thiago Silva quer a torcida abraçada no hino em Fortaleza

México deverá fazer jogo ‘muito físico’ contra os brasileiros

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.