Clique e assine a partir de 9,90/mês

Morre Lila Covas, viúva do ex-governador Mario Covas e avó de Bruno Covas 

Ex-presidente do Fundo Social de Solidariedade do Estado de São Paulo, ela tinha 87 anos; não haverá cerimônia fúnebre em razão do coronavírus   

Por Da Redação - Atualizado em 22 mar 2020, 10h46 - Publicado em 22 mar 2020, 10h26

A ex-primeira-dama do Estado de São Paulo Florinda Gomes Covas, que ficou conhecida como Lila Covas, morreu neste domingo, 22, aos 87 anos. A morte foi informada pelo seu filho, Mario Covas Neto, vereador de São Paulo e filho do ex-governador Mario Covas, com quem Lila foi casada. Lila é avó do prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), que cancelou sua agenda neste domingo. 

Ela foi presidente do Fundo Social de Solidariedade do Estado de São Paulo entre 1995 e 2001, quando Mario Covas foi governador. Segundo seu filho, não haverá cerimônia fúnebre em razão das medidas de isolamento social adotadas no Estado em decorrência da pandemia do coronavírus.  A causa da morte não foi informada.

“É com profundo pesar e tristeza que comunicamos o falecimento de nossa mãe, Lila Covas. Não haverá cerimônia fúnebre, em respeito ao atual momento. Assim que possível, faremos as merecidas homenagens. Pedimos a todos um pensamento elevado em sua memória”, afirma Mario Covas Neto, em post que assina ao lado da irmã Renata, mãe de Bruno Covas.

O diretório estadual do PSDB emitiu nota de pesar. “É com o mais profundo pesar que o Diretório Estadual do PSDB-SP comunica o falecimento de dona Lila Covas. Viúva do saudoso governador Mario Covas e avó do prefeito da capital, Bruno Covas, a história de dona Lila se confunde com a da política brasileira e a do próprio PSDB. Enquanto presidente do Fundo Social de Solidariedade, representou uma mudança no paradigma das ações sociais, implementando programas em parceria com a sociedade civil e instituindo campanhas que priorizaram o desenvolvimento social. Em nome dos tucanos de São Paulo, nos solidarizamos à família Covas neste momento de profunda dor, convictos de que seu exemplo de vida”.

Publicidade