Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Mesmo preso, Delcídio continua recebendo salário

Por Da Redação 26 nov 2015, 17h33

Com a prisão decretada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) nesta quarta-feira, o senador Delcídio Amaral (PT-MS) entrou em licença automática, mas por enquanto vai manter o salário de pouco mais de 33.000 reais mensais. A licença está prevista no Regimento Interno do Senado e garante que o parlamentar não perca o mandato por excesso de faltas às sessões de votação. Depois do período de 120 dias, a Secretaria Geral da Mesa informou que o Senado deve convocar o suplente Pedro Chaves (PSC).

Partidos de oposição se articulam para apresentar na terça-feira da semana que vem representação com pedido de cassação do petista no Conselho de Ética, caso a Mesa Diretora do Senado não encaminhe solicitação semelhante até segunda. Nos bastidores, senadores admitem que a proximidade do recesso parlamentar deve levar o adiamento da decisão sobre o pedido de cassação do congressista no Conselho de Ética só para depois do Carnaval.

A Polícia Federal prendeu nesta quarta o senador, após autorização do ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF), por suspeitas de que ele estivesse obstruindo as investigações sobre o escândalo do petrolão. Também foram presos o banqueiro André Esteves, do BTG Pactual, e Diogo Ferreira, chefe de gabinete do petista. O advogado Edson Ribeiro, alvo de mandado de prisão, teve o nome inscrito no alerta vermelho da Interpol. (Laryssa Borges, de Brasília)


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês