Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Lula vai tentar cooptar os eleitores de Ciro Gomes

A coordenação de campanha do ex-presidente acredita que pode seduzir aqueles que não estão convictos de apoiar o pedetista

Por Laryssa Borges 28 Maio 2022, 10h36

Na primeira reunião da coordenação da chapa Lula-Geraldo Alckmin à Presidência da República, realizada em um hotel de São Paulo na última segunda-feira, 23, parlamentares e dirigentes partidários receberam a incumbência de tentar convencer eleitores do terceiro colocado nas pesquisas de intenção de votos, Ciro Gomes (PDT), a abandonar o candidato e votarem no ex-presidente petista no primeiro turno. O motivo: a campanha fez um levantamento de todas as pesquisas de intenção de votos realizadas nos últimos meses e concluiu, a partir de uma média entre elas, que 48% dos que dizem votar em Ciro podem mudar de opinião e escolher um novo candidato.

A partir de cifras como esta, a ideia é tentar conseguir votos preciosos de ciristas não convictos a fim de liquidar a fatura já no dia 2 de outubro, evitando a realização de um turno suplementar contra o presidente Jair Bolsonaro (PL).

Antes mesmo da divulgação, na quinta-feira 26, da pesquisa Datafolha, que mostrou que Lula abriu 21 pontos de vantagem para Bolsonaro e que 37% dos eleitores de Ciro podem votar no petista como segunda opção e 10% em Bolsonaro, integrantes da campanha do ex-presidente fizeram um compilado dos levantamentos de intenção de votos e tabularam outros dados que consideram uma tendência dos eleitores para a disputa de outubro.

Segundo integrantes da coordenação de campanha, quando as pesquisas são realizadas de modo presencial, na média Lula bate Bolsonaro por 51% a 31%. Quando os entrevistados são ouvidos remotamente, o cenário é de 44% a 32% para o petista. Entre os eleitores, na média calculada por lulistas, o ex-presidente tem 83% de votos consolidados, enquanto o atual mandatário tem 81%.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)