Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Luis Miranda diz que irmão foi bloqueado de sistema do Ministério da Saúde

Deputado e servidor da pasta depuseram na CPI da Covid na última sexta sobre supostas irregularidades em negociação da Covaxin pelo governo

Por Laísa Dall'Agnol Atualizado em 27 jun 2021, 12h24 - Publicado em 27 jun 2021, 12h04

O deputado Luis Miranda (DEM-DF) afirmou nesta domingo (27) que seu irmão, o servidor Luis Ricardo Miranda, foi bloqueado do sistema do Ministério da Saúde.

Aos defensores de bandidos, meu irmão acaba de descobrir que bloquearam ele do sistema. Vale ressaltar que ele é funcionário de carreira! Isso é ilegal, perseguição e só comprova que eles tem muito para esconder”, publicou o parlamentar em seu Twitter.

Na última sexta (25), os irmãos prestaram depoimento na CPI da Covid sobre supostas irregularidades em negociações para a aquisição da vacina Covaxin pelo governo.

À comissão, o deputado afirmou que ouviu de Bolsonaro, durante encontro em março, que as tratativas suspeitas do imunizante indiano eram “coisa” do Barros, referindo-se ao líder do governo na Câmara, Ricardo Barros.

“O presidente entendeu a gravidade. Olhando nos meus olhos, ele falou: ‘Isso é grave’. Não me recordo do nome do parlamentar, mas ele até citou um nome para mim, dizendo: ‘Isso é coisa de fulano’”, relatou Miranda. Depois, ele confirmou aos senadores que se referia ao líder do governo.

 

Continua após a publicidade
Publicidade