Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Lava Jato: PF apreendeu R$ 3 milhões em dinheiro vivo

Apenas neste sábado a PF terminou de contabilizar o valor encontrado na operação de quinta. Também foram recolhidos 35 obras de arte

Por Da Redação 7 fev 2015, 13h24

O montante de dinheiro vivo apreendido na nona fase da Lava Jato pela Polícia Federal supera os 3 milhões de reais. O valor terminou de ser contabilzado apenas neste sábado por causa da grande quantidade de notas encontradas na operação, realizada na quinta-feira.

Ao todo, foram apreendidos, de acordo com a Polícia Federal 3,186 milhões de reais. Deste total, 1.276.509 estavam em reais; 629.562 em dólares; 53.050 em euros e 82 em pesos argentinos.

Na busca, que ganhou o nome de My Way, como a canção de Frank Sinatra, os policiais também apreenderam 35 obras de arte, 518 relógios de luxo, cinco veículos de alto valor de mercado, grande quantidade de documentos, notas fiscais e munições.

Leia também:

Em VEJA desta semana: O homem da mochila

Continua após a publicidade

Vídeo mostra apreensão de propina, relógios e perfumes

PT recebeu até US$ 200 mi em propina, diz delator

Ex gerente da Petrobras abriu dezenove contas na Suíça

A nova fase da Lava Jato teve como objetivo coletar provas de desvios ocorridos na diretoria de serviços da Petrobras e contratos firmados com a BR Distribuidora, subsidiária da Petrobras. Entre os alvos dos investigadores estava João Vaccari Neto, tesoureiro nacional do PT. Os agentes da PF cumpriram mandados judiciais em São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia e Santa Catarina.

Segundo a assessoria da PF, a maior parte do dinheiro foi apreendida na empresa Arxo Industrial do Brasil Ltda, de Santa Catarina, suspeita de pagar propina em troca de informações privilegiadas e contratos direcionados com a subsidiária.

(Com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade
Publicidade