Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Kassab apresenta PSD a Dilma e reitera independência

Líderes do novo partido tomaram café da manhã com a presidente nesta quinta

Por Da Redação 18 ago 2011, 10h20

“Não seremos partido da base, mas estaremos à disposição do governo. Em diversos momentos haverá convergência sim”, Gilberto Kassab, do PSD

Depois de tomar café da manhã com a presidente Dilma Rousseff e pelo menos sessenta representantes do PSD, no Palácio do Planalto, o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, reiterou a posição de independência dos integrantes do novo partido. Ele explicou que “não fará oposição sistemática” e nem haverá “alinhamento automático”. “Podemos ter convergências em questões que envolvam o futuro do Brasil”, disse Kassab.

O prefeito informou que a presidente não pediu apoio, foi “extremamente respeitosa” e “demonstrou entusiasmo” com a criação do novo partido, que nasce com 44 deputados e 2 senadores. “A presidente disse que a relação será republicana, respeitando as diferenças existentes e consciente de que somos independentes”, afirmou Kassab, lembrando que a visita à presidente não teve qualquer vinculação com o posicionamento do partido no Congresso. Segundo ele, o objetivo foi apenas apresentar os integrantes da nova legenda.

Leia também:

Contra o relógio, PSD quer registro até 10 de setembro

Kátia Abreu: cada parlamentar do PSD votará como quiser

Continua após a publicidade
Publicidade