Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Haddad entrega secretaria de Turismo a partido de Kassab

Por Da Redação 14 jan 2015, 16h33

O vereador Marco Aurélio Cunha, ex-dirigente do São Paulo Futebol Clube, aceitou o convite do prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), e será o novo presidente da São Paulo Turismo (SPTuris), empresa de capital misto cujo dirigente acumula o cargo de secretário Especial de Turismo, criado por Haddad. A SPTuris é responsável pelos grandes eventos da cidade, como o GP de Fórmula 1, a Fórmula Indy e o Carnaval. Eleito pelo PSD de Gilberto Kassab, atual ministro das Cidades do governo Dilma Rousseff, o vereador está em férias nos Estados Unidos e só assumirá o cargo apenas no fim do mês. “Será uma honra trabalhar pela cidade em uma área que tenho bastante conhecimento e posso contribuir. Só espero agora que o prefeito possa me esperar. Essas férias com a família estavam marcadas há muito tempo”, disse Cunha. Com a indicação de Cunha, o PSD retoma o controle do Turismo na gestão Haddad, depois de ter comandado a SPTuris em 2013 – o próprio vereador já havia sido convidado pelo prefeito, mas não assumiu o cargo à época. Haddad escolheu Cunha entre os oito vereadores da bancada do partido na Câmara Municipal. Nos últimos dois anos, o PSD foi um dos partidos que, quando aliado à oposição, atrapalhou a votação de projetos de interesse do Executivo. A reforma do secretariado de Haddad tem como pano de fundo acordos para as eleições municipais de 2016, quando o petista deve tentar a reeleição. Ele também abriu mais espaço para indicações do PMDB – Gabriel Chalita na pasta da Educação; Roberto Porto para a Controladoria Geral -, do PR – Marcelo Nobre foi para a pasta de Negócios Jurídicos-, além de ter substituído nomes do PT – Nabil Bonduki chefiará a Secretaria de Cultura. (Com Estadão Conteúdo)

Leia também:

Com Chalita vice de Haddad, PMDB se fecha para Marta

De olho em 2016, Haddad deve trocar 10 de 27 secretários

Continua após a publicidade
Publicidade