Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Para Fux, delatores da JBS devem trocar Nova York pela Papuda

Após escândalo envolvendo áudio, ministro do Supremo Tribunal Federal recomendou ao Ministério Público a prisão de Joesley Batista e Ricardo Saud

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luiz Fux defendeu nesta quarta-feira a revogação, pelo Ministério Público Federal (MPF), dos benefícios concedidos aos delatores da JBS. Diante do escândalo envolvendo a gravação de uma conversa entre o executivo Joesley Batista e o diretor de relações institucionais da empresa, Ricardo Saud, Fux disse que os colaboradores deveriam passar “do exílio nova-iorquino para o exílio da Papuda”.

A própria JBS entregou à Procuradoria-Geral da República (PGR) um áudio em que Joesley e Saud fazem menções ofensivas a ministros do STF e à ex-presidente Dilma Rousseff (PT), entre outras autoridades. A gravação, de mais de quatro horas, mostra que os delatores omitiram crimes ao negociar o acordo de colaboração premiada com o MPF.

“Os partícipes do delito, que figuraram como colaboradores, ludibriaram o Ministério Público, degradaram a imagem do país no plano internacional, atentaram contra a dignidade da Justiça e revelaram a arrogância dos criminosos de colarinho branco”, disse Fux, durante sessão do STF.

“De sorte que deixo ao Ministério Público a opção de fazer com que os participantes dessa cadeia criminosa, que confessaram diversas corrupções, passem do exílio nova-iorquino para o exílio da Papuda. Eu gostaria de sugerir isso aqui em meu nome pessoal e em nome daqueles que eventualmente concordam com minha indignação”, afirmou o ministro.

A declaração de Fux faz menção ao  fato de Joesley ter se mudado para um apartamento em Nova York, nos Estados Unidos, após assinar o acordo que o livraria de cumprir pena pelos crimes que confessou.

Ao anunciar a descoberta do áudio, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, disse que avaliaria a anulação da imunidade concedida aos delatores da JBS. A eventual rescisão do acordo de colaboração não invalidaria as provas e indícios de crimes de corrupção que foram apresentados pelos executivos da empresa.

Na terça-feira, a presidente do STF, ministra Cármen Lúcia, disse que o áudio é uma agressão inédita à dignidade da Corte e pediu uma investigação urgente à Polícia Federal e à PGR para apurar os fatos citados pelos delatores. Cármen Lúcia e outros três ministros — Gilmar Mendes, Ricardo Lewandowski e Edson Fachin — foram mencionados em diálogos desconexos e que não trazem informações concretas ou evidências de que os magistrados pudessem estar implicados em irregularidades.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Roberto T. Crespilho

    agora da para corrigir erros que Janot na ansia de derrubar Temer aprontou.

    Curtir

  2. Francisco Luiz

    calma, eles ainda tem de entregar as provas contra os honrados ministros do STF. Tem alguns muito nervosos, demais

    Curtir

  3. AUGUSTO MARAJÓ

    Insisto: A única chance de desmantelar a quadrilha é pegar o chefão: Lula. Sem isso, eles sobrevivem. Esse Joesley-que, aliás, deve ser o único “Joesley” do mundo-é mais um “Ronaldinho dos negócios” criado pelo PT.

    Curtir

  4. Carlos Roberto Batista

    Esse acordo com a justiça e Joesley nunca deveria ter saído, pois esses irmão Batista são bandidos criminosos…se existe justiça nesse país, cadeia neles o mais rápido possível…

    Curtir

  5. Me perdoem a linguagem, mas quando o abuso público é no pescoço do STF daí pedem prisão rapidinho. Já deviam estar presos há anos. Esses ministros deveriam pedir perdão aos brasileiros pela incompetência de nosso judiciário. Termos que ver toda noite essa vergonha atirada na nossa cara!

    Curtir

  6. Abib Mansur João

    Não vão prender porque tem ministro com o rabo preso , vão achar uma saída é deixar o safadao livre leve e solto .

    Curtir

  7. Paulo Sanches

    Parabéns ao Fux, pela Coragem de Reconhecer o Absurdo que foi a delação dos Criminosos da JBS , e mais, o Janot tem que ser Investigado também.

    Curtir

  8. Agora pensa numa gravata horrível!

    Curtir

  9. Enquanto isso o ministreco do STF Alexandre sem moral enfia na bunda o fim do foro privilegiado, protegendo assim todos os crimes cometidos pelos assim como ele, corruptos. Até quando este STF será este circo?

    Curtir