Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

‘Foi apenas um susto’, diz Miriam Belchior ao deixar hospital

Ministra do Planejamento foi internada quinta-feira com quadro de hipertensão

Por Da Redação 3 fev 2012, 11h01

A ministra do Planejamento, Miriam Belchior, deixou no início da tarde desta sexta-feira o Hospital Sírio-Libanês, onde estava internada desde a madrugada de quinta. Miriam teve um quadro de hipertensão, em Brasília, e resolveu antecipar exames que estavam agendados para o fim de fevereiro, em São Paulo. “Foi apenas um susto”, disse na saída da unidade de saúde. “A alta da pressão foi motivada pela pressão do dia a dia.” Ao sair do hospital, Miriam Belchior parecia disposta. Vestia um terno de cor clara e foi apanhada por um carro particular. Dentro do veículo, o cachorro da família a aguardava. A ministra disse que na segunda-feira retorna ao trabalho, em Brasília, onde continuará um acompanhamento médico. De acordo com a ministra, os médicos recomendaram que ela faça exercícios físicos cinco vezes por semana, para manter a pressão arterial sob controle. Eles indicaram que Miriam faça meia hora de corrida ou uma hora de caminhada de segunda a sexta-feira. A paciente está sob os cuidados da equipe do cardiologista Roberto Kalil Filho, médico da presidente Dilma Rousseff. Questionada sobre a demissão do ministro das Cidades, Mário Negromonte, na quinta-feira, Miriam Belchior foi sucinta: “É preciso investigar as denúncias antes de falar qualquer coisa. Ainda não há nenhum veredito de culpa de corrupção”, disse. “A queda de ministros não abala a imagem do governo ou dos ministérios e não afeta os outros ministros.” Miriam Belchior foi nomeada ministra do Planejamento em 1º de janeiro de 2011, no início do governo Dilma Rousseff. Ela participou da gestão de Lula como assessora especial da Presidência, subchefe de Articulação e Monitoramento da Casa Civil e coordenadora-geral do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

Publicidade