Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Fernando Pimentel vira réu na Justiça Eleitoral pela segunda vez

Ex-governador de Minas Gerais é acusado de ocultar doações de R$ 1,5 milhão para sua campanha ao Senado em 2010

O ex-governador de Minas Gerais Fernando Pimentel (PT) virou réu nesta semana por uma decisão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), que recebeu uma denúncia contra ele por falsidade ideológica. Segundo a acusação, Pimentel omitiu 1,5 milhão de reais doados à sua campanha ao Senado em 2010.

Fernando Pimentel teria ocultado as doações “mediante omissão de recibos eleitorais”, segundo o MP, que sustenta que os valores são oriundos de uma empresa de construção civil e de um sindicato.

Ao todo, a campanha teve o custo formal de 10.168.484 reais. Naquele pleito, Pimentel terminou em terceiro lugar, atrás de Aécio Neves (PSDB) e Itamar Franco (PMDB).

A decisão de receber a denúncia é da juíza Luzia Peixoto, da 32ª Zona Eleitoral de Belo Horizonte. No mês passado, Luzia já havia tomado decisão semelhante no processo em que Pimentel responde pelo crime de lavagem de dinheiro, suspeito de irregularidades na sua passagem como ministro do Desenvolvimento no governo da ex-presidente Dilma Rousseff, relacionadas ao custo de santinhos para sua campanha ao governo de Minas em 2014.

Procurada, a defesa do ex-governador Fernando Pimentel informou que vai se manifestar somente nos autos do processo.

(Com Estadão Conteúdo)