Clique e assine a partir de 9,90/mês

Eduardo Bolsonaro nega articulação para migrar para UDN

Sigla é um dos 75 partidos que estão em fase de criação, segundo o TSE

Por Estadão Conteúdo - Atualizado em 18 fev 2019, 18h55 - Publicado em 18 fev 2019, 11h24

O deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) foi ao Twitter nesta segunda-feira, 18, para negar que esteja envolvido na articulação para a recriação da União Democrática Nacional (UDN), partido para o qual integrantes do clã Bolsonaro estariam planejando migrar, na esteira do desgaste sofrido pelo PSL.

Reportagem publicada pelo jornal O Estado de S. Paulo no domingo 17 afirmou que Eduardo teria se reunido na semana passada, em Brasília, com articuladores do novo partido. “Informações de sites e outros estão me incluindo numa possibilidade de formação de novo partido. Informo a todos que não estou participando na formação ou resgate de qualquer partido”, escreveu Eduardo Bolsonaro.

A nova UDN é um dos 75 partidos que estão em fase de criação, de acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Ainda segundo o jornal, o dirigente da futura sigla, o capixaba Marcus Alves de Souza, afirma que já foram obtidas 380.000 das 497.000 assinaturas necessárias para a criação da sigla.

Publicidade