Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

‘É hora de sair’, afirma Geddel em carta de demissão

Geddel Vieira Lima era ministro da Secretaria do Governo e um dos homens fortes de Temer

O ministro da Secretaria do Governo Geddel Vieira Lima pediu demissão do cargo nesta sexta-feira. Geddel entregou carta ao presidente Michel Temer onde afirma que críticas contra ele “avolumaram-se” e que “é hora de sair”. A demissão ocorre depois de Geddel ser acusado pelo ex-ministro da Cultura Marcelo Calero de tentar usar o cargo para pressionar pela liberação de uma obra de seu interesse na Bahia.

Confira a íntegra da carta:

“Meu fraterno amigo presidente Michel Temer,

Avolumaram-se as críticas sobre mim. Em Salvador, vejo o sofrimento dos meus familiares. Quem me conhece sabe ser esse o limite da dor que suporto. É hora de sair.

Diante da dimensão das interpretações dadas, peço desculpas aos que estão sendo por elas alcançados, mas o Brasil é maior do que tudo isso.

Fiz minha mais profunda reflexão e fruto dela apresento aqui este meu pedido de exoneração do honroso cargo que com dedicação venho exercendo.

Retornado a Bahia, sigo como ardoroso torcedor do nosso governo, capitaneado por um Presidente sério, ético e afável no trato com todos, rogando que, sob seus contínuos esforços, tenhamos a cada dia um país.

Aos congressistas, o meu sincero agradecimento pelo apoio e colaboração que deram na aprovação de importantes medidas para o Brasil.

Um forte abraço, meu querido amigo.
Geddel Vieira Lima”

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Gedeel, deve prestar contas ao Juiz Sergio Moro. Acabou o forum privilegiado.

    Curtir

  2. Padilha e Moreia Franco, não podem ser diferentes de Gedeel. Existem também denuncias contra os dois ministros!

    Curtir

  3. Antonio Augusto Simoes

    Já vai tarde, muito tarde, tardíssimo. O anão Geddel é um político que não cabe mais na vida pública brasileira. Está rico, multimilionário, fazendo política. No Brasil isto tem que mudar. Essa ideia, que já está enfronhada na sociedade, que, no Brasil, para ficar rico tem que ser político ou funcionário público é destruidora do país. Em todo o mundo quem quer ficar rico tem que empreender e, no Brasil, enricar é sugar as tetas do Estado até não poder mais. O patrimonialismo cartorial tem que ser golpeado de morte até à extinção. Os Gedeis da vida têm que ser varridos pra sempre da vida brasileira. Temos que ter mais empreendedores, mais empresários honestos e criativos, e, portanto, menos esquerdopatas sugadores do patrimônio público. Que figuras como o senhor Geddel, que já esteve envolvido em outros escândalos, saiam da vida dos brasileiros forever.

    Curtir