Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Doria pedirá verba a Temer para congelar tarifa de ônibus

Prefeito eleito quer 500 milhões de reais do governo federal. 'Tenho certeza de que ele será sensível para ajudar São Paulo', diz

Por Da redação Atualizado em 18 out 2016, 19h48 - Publicado em 18 out 2016, 19h23

O prefeito eleito de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou nesta terça-feira que se encontrará com o presidente Michel Temer no próximo dia 25 para pedir um socorro do governo federal e permitir que a prefeitura congele a tarifa de ônibus em São Paulo no ano que vem. O tucano esteve no bairro Parelheiros para cumprimentar moradores e agradecer os votos recebidos.

O pedido será de 500 milhões de reais, afirmou Doria. No orçamento encaminhado pela Prefeitura à Câmara de Vereadores, já estão previstos 1,8 bilhão de reais para subsídios ao transporte público, conforme informou nesta manhã o secretário de Governo da prefeitura, Chico Macena.

  • “Tenho certeza que ele (Temer) será sensível para ajudar São Paulo, assim como São Paulo está ajudando ao não atualizar a tarifa contribuindo para a estabilidade inflacionária do país”, disse Doria.

    Ele deverá viajar a Brasília para a audiência com Temer. Na ocasião, o tucano também irá participar de um encontro entre prefeitos do PSDB eleitos no primeiro turno no país.

    Doria garantiu que a tarifa não sofrerá ajuste em 2017, buscando não aumentar o preço diante do quadro de desemprego na cidade. “2018 é outra história”, falou, emendando que com a recuperação econômica brasileira será possível avaliar uma revisão tarifária.

    Continua após a publicidade
    Publicidade