Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Doria diz que performance no MAM é uma afronta à liberdade

Manifestação do prefeito ocorre após o Ministério Público abrir um inquérito civil para investigar a apresentação do artista fluminense Wagner Schwartz

O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), publicou neste sábado um vídeo em que condena a exposição sobre diversidade Queermuseu, em Porto Alegre, e a performance do artista fluminense Wagner Schwartz, realizada no “35º Panorama da Arte Brasileira – 2017” do Museu de Arte Moderna de São Paulo (MAM). Para o tucano, as mostras “afrontam o direito, a liberdade e, obviamente, a responsabilidade”.

A exposição Queermuseu foi encerrada em 10 de setembro, pelo Santander Culturalapós protestos de grupos, entre eles o Movimento Brasil Livre (MBL), que alegavam que as obras faziam apologia à pedofilia e à zoofilia. A mostra continha obras de artistas reconhecidos mundialmente, como Candido Portinari, Alfredo Volpi e Lygia Clark

Já a performance de Schwartz causou polêmica após uma criança ter interagido com o ator, que se apresentava nu, no centro de um tablado. Um vídeo mostra a menina tocando a canela e os pés de Schwartz, que estava deitado de barriga para cima, com a genitália à mostra. A criança estava acompanhada de sua mãe.

Veja também

Doria disse compreender que a arte é uma manifestação “muito aberta e ampla”, mas defendeu a imposição de limites para exposições. “No caso de São Paulo, a exposição realizada no MAM, que é uma instituição séria, não pode, em nome dessa liberdade, permitir que uma cena libidinosa, que estimula uma relação artificial, condenada e absolutamente imprópria, seja colocada para o público.”

O prefeito, que disputa com o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, a indicação do PSDB para concorrer à Presidência da República nas eleições de 2018, disse que a performance fere o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). “E, ao ferir, ele está cometendo uma impropriedade, uma ilegalidade, e deve ser imediatamente retirado, além de condenado.”

“Gosto da arte, admiro a arte. Mas tudo, tudo, tudo deve obedecer a um limite. Não pode haver nada que, no contexto da sua própria liberdade, afronte a liberdade de outra pessoa. Peço àqueles que promovem a arte no Brasil que tenham a consciência de que é preciso respeitar aqueles que frequentam os espaços públicos, a família, as religiões e a liberdade alheia”, disse Doria.

Investigação

A manifestação de Doria ocorre após o Ministério Público (MP) de São Paulo ter aberto um inquérito civil para apurar denuncias relacionadas à performance. Segundo as acusações recebidas pelo MP, o museu “estaria expondo crianças e adolescentes a conteúdo impróprio, uma vez que um homem estaria pousando totalmente sem roupa e o público seria convidado a tocá-lo, inclusive crianças”.

Segundo o MAM, a performance aconteceu apenas uma vez, em sessão fechada para convidados, e a sala onde ocorreu estava sinalizada sobre o teor da apresentação, incluindo a nudez.

Em Porto Alegre, o Ministério Público Federal (MPF) do Rio Grande do Sul recomendou que o Santander Cultural reabra imediatamente a exposição. Em nota, o Santander disse que não iria cumprir a recomendação.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Concordo com o prefeito, uma afronta.

    Curtir

  2. Mauro J. O. Macedo

    Plenamente de acordo com o Sr. Prefeito Doria.
    Aqueles que promovem a arte no Brasil deviam ter consciência de que devem respeitar os que frequentam espaços públicos, a família, as religiões e a liberdade alheia.
    Não deveriam confundir liberdade de expressão com libertinagem de atitude. Daí estabelecerem-se regras publicas de conduta para estes libertinos.

    Curtir

  3. Toda liberdade exige responsabilidade.

    Curtir

  4. tinha que prender essa gente……………………coisa de gente sem a minima noção, irresponsavel…..arte? que arte.

    Curtir

  5. Carlos Roberto Batista

    Performance do artista…veja a que ponto chegamos…mais interessante são as pessoas ao lado assistindo essa porcaria chamada de arte…acho que eles estão é com vontade de pegar no maçarico do artista…

    Curtir

  6. Luiz Carlos Atagiba

    Ainda tem idiota que chama um troço desse de arte. Tinha que prender esse doido de ficar nu na frente de criança bem como o (a) diretor (a) do MAM por permitir uma aberração dessa que os esquerdistas chamam de arte.

    Curtir

  7. A arte é livre, mas, pegaram pesado demais, é querer educar o povo brasileiro na ‘tora’…

    Curtir

  8. Almir Delmondes

    TARADOS

    Curtir

  9. Osmar Serrragem

    Parabéns ao Doria, pela coragem de se manifestar. Enfrentar o lobby da Pedofilia não é para qualquer um.

    Curtir

  10. Democrata Cristão (Liberdade de Expressão é meu direito CF 88 art 5 e art 220)

    Até nos EUA, considerado o país da Liberdade, a liberdade. Não confunda Liberdade com libertinagem.

    Curtir