Clique e assine a partir de 8,90/mês

Dilma volta a se reunir com a base para salvar pacote de ajuste

Presidente discutiu medidas apresentadas pelo governo para reverter o rombo de R$ 30,5 bilhões no Orçamento do ano que vem

Por Da Redação - 17 set 2015, 11h35

Em busca de apoio para aprovar seu pacote de ajuste, a presidente Dilma Rousseff reuniu-se nesta quinta-feira pela segunda vez nesta semana com líderes da base aliada na Câmara dos Deputados. Estiveram presentes ao encontro dez parlamentares, além dos ministros Aloizio Mercadante (Casa Civil) e Ricardo Berzoini (Comunicações). Os deputados levaram sugestões à presidente, que deve apresentar respostas às reivindicações feitas na terça-feira, em outro encontro com a base.

Compareceram à reunião, que teve início às 9h40, os deputados Aluísio Mendes, líder do PSDC; Domingos Neto, líder do PROS; Eduardo da Fonte, líder do PP; Jandira Feghali, líder do PC do B; José Guimarães, líder do governo na Câmara; Leonardo Picciani, líder do PMDB; Marcelo Aro, líder do PHS; Maurício Quintela Lessa, líder do PR; Rogério Rosso, líder do PSD; eSáguas Moraes, vice-líder do PT.

Leia mais:

Cunha diz que ‘CPMF é insuportável’; líderes descartam aprovação de imposto

Acuada, Dilma ataca: ‘Usar crise para chegar ao poder é versão moderna de golpe’

Na tentativa de salvar o pacote de medidas para reverter o rombo de 30,5 bilhões de reais no Orçamento do ano que vem, Dilma admitiu a possibilidade de alterar pontos cruciais da proposta. O Planalto teria recuado na suspensão do reajuste do funcionalismo, no direcionamento das emendas parlamentares e na diminuição de recursos do Sistema S.

Se, ao fim das negociações com o Congresso e com entidades empresariais, o Planalto abrir mão, por exemplo, da integralidade dessas medidas, pode diminuir em até 14,6 bilhões de reais a meta dos cortes, estimada em 26 bilhões de reais, no total. O passo atrás do Executivo na negociação com o Congresso também pode comprometer outros 6 bilhões dos 45,6 bilhões de reais previstos como elevação de receita.

(Com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade
Publicidade