Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Dilma pede pressa na aprovação da MP do Mais Médicos

Presidente se reuniu com líderes aliados nesta segunda-feira; PT deve suspender obstrução da pauta, mas não aceita minirreforma eleitoral

A presidente Dilma Rousseff pediu aos líderes aliados nesta segunda-feira que aprovem a Medida Provisória do Mais Médicos ainda nesta semana. A base aliada está dividida: o PMDB exige a votação da minirreforma eleitoral, e o PT, contrário à reforma, bloqueia a pauta.

Um dos temas em aberto no texto envolve a possibilidade de o Ministério da Saúde conceder o registro que permite aos médicos estrangeiros atuar temporariamente no Brasil. A oposição quer que essa prerrogativa permaneça com os Conselhos Regionais de Medicina.

Leia também:

Minirreforma eleitoral: o novo atrito entre PT e PMDB

Para atender ao pedido da presidente, o PT – junto com PDT e PCdoB – deve suspender a obstrução à pauta da Câmara. Mas Guimarães continua negando apoio à minirreforma. “Vamos insistir na tese do plebiscito. Queremos uma reforma ampla, e não um arremedo”, disse o líder.

A minirreforma trata apenas de temas eleitorais – como o tipo de divulgação permitida aos candidatos e o formato da prestação de contas de campanha. Mesmo que seja aprovado, o projeto não valerá para as eleições de 2014.

Também no encontro desta segunda-feira, a presidente e os líderes combinaram que o Marco Civil da internet entrará na pauta da Câmara na semana que vem. O tema ganhou importância por causa das recentes revelações sobre ações de espionagem dos governos dos Estados Unidos e do Canadá no Brasil.