Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Dilma lamenta morte de Hugo Chávez

Presidente cancelou viagem à Argentina e deverá comparecer ao velório

Por Marcela Mattos 5 mar 2013, 20h34

A presidente Dilma Rousseff lamentou na noite desta terça-feira a morte do presidente da Venezuela, Hugo Chávez. Antes de começar o discurso no 11º Congresso Nacional de Trabalhadores e Trabalhadores Rurais, em Brasília, Dilma afirmou que morre “um amigo do povo brasileiro”. “É uma perda irreparável”, afirmou.

Dilma pediu um minuto de silêncio antes de iniciar o evento. “Lamento como presidente da República e como uma pessoa que tinha por ele um grande carinho.”

“Essa morte deve encher de tristeza todos os latino-americanos e centro-americanos. O presidente Chávez foi, sem dúvida, uma liderança comprometida com o seu país e com o desenvolvimento dos povos da América Latina. Em muitas ocasiões o governo brasileiro não concordou integralmente com o presidente Chávez. Porém, hoje, como sempre, nós reconhecemos nele uma grande liderança, uma perda irreparável e, sobretudo, um amigo do Brasil, um amigo do povo brasileiro”, discursou.

A presidente cancelou a viagem que faria para a Argentina e deverá comparecer ao velório do colega venezuelano.

No Congresso Nacional, o senador Renan Calheiros (PMDB-AL) também pediu um minuto de silêncio. Alguns parlamentares aplaudiram após a homenagem.

Continua após a publicidade
Publicidade