Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Dilma afaga Sarney no Amapá – e promove vitrine eleitoral

Presidente viaja pela primeira vez ao Estado desde que assumiu a Presidência para entregar 2.148 casas

Por Da Redação 23 jun 2014, 09h20

A presidente Dilma Rousseff desembarca na manhã desta segunda-feira em Macapá para sua primeira visita ao Amapá desde que assumiu o Planalto — e com uma agenda que impulsiona uma das principais plataformas da petista na campanha à reeleição, o programa Minha Casa, Minha Vida. Dilma entregará 2.148 unidades habitacionais do programa.

Leia também:

PT lança Dilma, reconhece que campanha será dura e multiplica ataques à oposição

A cerimônia no Amapá será a nona do gênero neste ano – em 2014, Dilma já entregou moradias em Araguaina (TO), Bauru (SP), São José do Rio Preto (SP), Rio de Janeiro (RJ), Cuiabá (MT), Feira de Santana (BA), Camaçari (BA) e Parnaíba (PI). Dada a escassez de grandes realizações que possam cativar o eleitor e garantir um segundo mandato à petista, o Minha Casa, Minha Vida é uma das principais apostas eleitorais da presidente. O governo aposta tanto na divulgação do programa que, em 2013, despejou uma quantidade desproporcional de recursos apenas para fazer propaganda dele.

O evento também será um afago de Dilma ao senador José Sarney (PMDB-AP). Apesar do diretório estadual do PT no Amapá pretender apoiar a reeleição do governador Camilo Capiberibe (PSB), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva deve intervir para garantir o apoio ao ex-governador Waldez Góes (PDT), apoiado por Sarney. A própria campanha de Capiberibe considera o apoio do PT incerto. A previsão é que Dilma retorne a Brasília por volta das 13 horas, com chegada prevista para as 15h30.

(Com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade
Publicidade