Clique e assine com até 92% de desconto

Deputado pede à CPI convocação de laranja

Rubens Bueno (PPS-PR) pedirá à comissão a quebra de sigilo fiscal e telefônico do dono da GM Comércio de Pneus e Peças, Alcino de Souza

Por Gabriel Castro 4 jun 2012, 12h40

O deputado Rubens Bueno (PPS-PR) pedirá à CPI do Cachoeira a convocação de um laranja cuja empresa recebeu mais de 6 milhões de reais da Delta. O parlamentar quer ainda a quebra de sigilo fiscal e telefônico do dono da companhia de fachada, Alcino de Souza, e do empresário Fábio Passaglia, a quem o dinheiro foi encaminhado.

Na edição desta semana, VEJA mostra como a GM Comércio de Pneus e Peças, instalada na capital goiana, recebeu da Delta mais de 6 milhões de reais entre novembro de 2009 e maio de 2010. A companhia pertence ao policial civil aposentado Alcino de Souza, que encaminhava a os recursos da Passaglia – cuja convocação também será requerida por Bueno. O empresário, por sua vez, é ligado aos ex-governadores Íris Rezende e Maguito Vilela – as duas maiores lideranças do PMDB em Goiás.

Alcino admitiu receber 1 500 reais mensais para emprestar o nome à firma e para prestar um único serviço: sacar os valores que entravam na conta da empresa, acondicionar os maços em sacolas e entregar ao seu patrão. O homem que recebia o dinheiro era Passaglia.

Publicidade