Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Cunha é o 9º político condenado por Moro na Lava Jato; veja lista

Ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto tem mais condenações (quatro) e maior pena somada (41 anos de prisão); Dirceu tem maior sentença individual (23 anos)

Por Da Redação 30 mar 2017, 15h20

O ex-deputado federal Eduardo Cunha (PMDB-RJ), sentenciado hoje a 15 anos e 4 meses de prisão, é o nono político condenado pelo juiz Sergio Moro dentro da Operação Lava Jato e o quinto com a maior pena imposta em razão do escândalo de corrupção em torno da Petrobras.

Até agora, foram condenados o ex-ministro José Dirceu (PT), os ex-tesoureiros do PT João Vaccari Neto e Delúbio Soares, o ex-deputado federal André Vargas (ex-PT), o ex-deputado federal Luiz Argôlo (SD), o ex-senador Gim Argello (PTB), o ex-deputado federal Pedro Corrêa (PP) e o ex-tesoureiro do PP João Cláudio Genu.

Vaccari é o que tem a maior pena (41 anos no total) e o maior número de condenações entre os políticos na Lava Jato (quatro), mas a maior condenação individual é a de Dirceu, sentenciado por Moro em maio do ano passado a 23 anos e três meses de prisão por corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

O processo era relativo a um esquema montado na Petrobrás, em que eram desviados de 1% a 5% dos valores de contratos, mediante acerto entre um cartel das maiores empreiteiras do país com políticos do PT, PMDB e PP. Dirceu já havia sido condenado no escândalo do Mensalão.

Dirceu e Vaccari continuam presos em Curitiba, assim como Vargas, Argolo, Corrêa e Argello. Nesta semana, Dirceu, que foi ministro da Casa Civil no governo de Luiz Inácio Lula da Silva, escreveu uma carta reclamando do fato de continuar na prisão e criticando o juiz Sergio Moro.

Veja abaixo os políticos condenados até agora:

 

Continua após a publicidade

Publicidade