Clique e assine a partir de 9,90/mês

Cunha diz ser preocupante ministro largar cargo em meio a epidemia

Por Da Redação - 15 fev 2016, 20h48

O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (RJ), criticou nesta segunda-feira uma eventual exoneração do ministro da Saúde, Marcelo Castro (PI), para participar da eleição do novo líder do PMDB na Casa, na quarta-feira. Castro é deputado licenciado e seria um voto favorável à recondução de Leonardo Picciani (RJ), apoiado pelo Planalto, contra o adversário Hugo Motta (PB), candidato para quem Cunha pede votos. “Me preocupa muito a situação do ministro da Saúde. Com a crise de epidemia que nós temos, largar assim para participar do processo é uma coisa muito ruim”, criticou o presidente da Câmara. Cunha ainda apostou que Hugo Motta “deve ganhar” a disputa. (Felipe Frazão, de Brasília)

Publicidade