Veja Digital - Plano para Democracia: R$ 1,00/mês

Crivella admite que pode entrar na disputa pelo governo do Rio

Ex-prefeito afirma que se colocou à disposição do partido, mas admitiu desejo de concorrer ao Palácio Guanabara

Por Da Redação Atualizado em 4 jul 2022, 09h44 - Publicado em 3 jul 2022, 12h57

O ex-prefeito do Rio de Janeiro Marcelo Crivella (Republicanos) admitiu que pode disputar o governo fluminense nas eleições de outubro. Em entrevista ao Flow Podcast na sexta-feira, 1º, ele afirmou que gostaria de enfrentar o problema da fome no Estado e que colocou seu nome à disposição do partido.

Crivella também destacou o resultado de uma pesquisa divulgada pelo Ipec em maio, que apontava para um empate técnico entre ele, o governador Cláudio Castro (PL) e o deputado Marcelo Freixo (PSB) na corrida pelo Palácio Guanabara. “Eu coloquei meu nome à disposição [para disputar o governo estadual]. E eu digo a vocês que é uma honra para mim se eu for deputado federal ou senador. Um senador tem oito anos de mandato, e um governador tem 4 anos de pancada”, declarou.

“Eu me elegi como senador com 3 milhões, mas era um cenário onde o eleitor tinha dois votos, duas opções. Agora, no primeiro turno, eu tenho 2 milhões de pessoas dizendo: ”Vou votar no Crivella”, mas eu nem disse que sou candidato. O Cláudio diz que é candidato, o Freixo diz que é candidato, mas eu não disse. Eles estão fazendo campanha. O Lula apoia ele (Freixo), o Bolsonaro apoia ele (Castro), e eu? Ninguém me apoia, mas eu tenho 2,05 milhões de pessoas que me apoiam. Quando eu tive isso?”, acrescentou Crivella. 

Apesar de estar bem posicionado nas pesquisas, o ex-prefeito também é o pré-candidato com maior rejeição. A pesquisa do Ipec mostra que 42% não votariam em Crivella de forma alguma. 

Além da alta rejeição, ele também enfrenta resistência do partido. Uma ala do Republicanos defende que Crivella brigue por uma vaga na Câmara dos Deputados – assim poderia puxar votos para outros membros da legenda. No entanto, uma candidatura ao Senado também é bem vista pela agremiação.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)