Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Crise do governo Collor foi ‘festa de boneca’ comparada à de Dilma, diz petebista

Por Da Redação 8 abr 2016, 22h35

O deputado Benito Gama (PTB-BA), que presidiu a CPI do esquema PC Farias no governo Collor, disse que a crise que levou ao impeachment do ex-presidente, em 1992, foi “uma festa de boneca” quando comparado ao atual momento do governo Dilma Rousseff. Gama votou favoravelmente ao impedimento da presidente Dilma nesta sexta-feira na comissão especial do impeachment. “Hoje temos no Brasil uma degradação de todos os sentidos da sociedade, no governo. E estamos sendo levados a um caos não somente nacional, mas internacional. Temos um péssimo governo provisório que está destruindo o governo permanente.” O petebista, que já foi agraciado com uma vice-presidência do Banco do Brasil no governo Dilma, afirmou que ela ainda “tem dez dias para renunciar e dar um alívio aos brasileiros”. Gama também acusou o governo de mentir sobre as pedaladas fiscais e usar argumentos falaciosos como o da vingança do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). “A guarda legal e com probidade do dinheiro público não está sendo preservada, isso seria razão muito maior para ter impeachment do que o não cumprimento da lei orçamentária”. (Felipe Frazão e Marcela Mattos, de Brasília)

Publicidade