Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

CPI da Espionagem pede proteção a Greenwald e companheiro

Comissão do Senado, que vai analisar denúncias de espionagem dos EUA em solo brasileiro, se reuniu pela primeira vez nesta terça-feira

No primeiro dia de trabalho, a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Espionagem aprovou um requerimento pedindo proteção ao jornalista Glenn Greenwald e ao companheiro dele, o brasileiro David Miranda. Greenwald é autor de reportagens sobre o sistema de espionagem montado pelo governo americano e que teria monitorado até a presidente Dilma Rousseff.

A comissão foi criada pelos senadores para investigar a atuação dos serviços de inteligência americanos no Brasil. A presidente da CPI será Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM). O relator será Ricardo Ferraço (PMDB-ES), que é presidente da Comissão de Relações Exteriores do Senado.

O requerimento pedindo a proteção de Greenwald e do brasileiro se destina à Polícia Federal. Há duas semanas, Miranda foi detido no aeroporto de Heathrow, em Londres, quando tentava embarcar para o Brasil com dados sigilosos obtidos por Greenwald.

Os integrantes da comissão também vão procurar o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, para tratar da reação do governo brasileiro ao monitoramento das telecomunicações no país.