Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Caiado sugere antidoping e diz para Lindbergh não ficar cheirando

Sessão do impeachment teve bate-boca entre senadores logo no começo

O bate-boca iniciado com o discurso da senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) na sessão que abre o julgamento da presidente afastada Dilma Rousseff descambou nesta quinta-feira para a baixaria. Famosos pelas discussões acaloradas, Lindbergh Farias (PT-RJ) e Ronaldo Caiado (DEM-GO) protagonizaram o momento de maior tensão.

AO VIVO: Acompanhe a última fase do julgamento de Dilma Rousseff

Gleisi acusou os pares de não terem “moral” para julgar a presidente afastada. A crítica causou reação e fez o senador Caiado disparar contra o marido dela, o ex-ministro Paulo Bernardo, que chegou a ser preso em uma operação da Polícia Federal. “Eu exijo respeito. Eu não sou assaltante de aposentado”, disse.

Senadores do PT reagiram, chamaram o democrata de “canalha” e pediram respeito ao PT. Durante o bate-boca, Caiado chegou a dizer para o senador Lindbergh Farias fazer exame “antidoping” e não ficar “cheirando”. Após o fim do bate-boca, o senador Aécio Neves (PSDB-MG) pediu “serenidade” aos colegas para que o julgamento pudesse continuar.  Lindbergh prometeu processar Caiado pelas afirmações.

(Com Estadão Conteúdo)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Não consigo entender a cabeça desse pessoal que defende o P T ou são muito burros , ou estão levando alguma vantagem.

    Curtir

  2. Flávio Lagoas

    Aécio defendeu LIndinho porque gosta de cheirar também.

    Curtir

  3. Gilberto Goes Junior

    Cheirador defende cheirador,não importa o partido

    Curtir