Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Cabral usa Twitter para explicar coligação no Rio

Por Da Redação 23 jun 2014, 11h59

O ex-governador Sérgio Cabral usou sua conta no Twitter para anunciar, ele próprio, os motivos de sua desistência de disputar o Senado nas eleições deste ano. “Estamos concluindo a formação de uma aliança que tem por objetivo garantir as conquistas sociais e econômicas que o meu governo promoveu nos últimos 7 anos e 6 meses e que tem na candidatura do governador (Luiz Fernando) Pezão a segurança de sua continuidade e as condições para trazer mais avanços à vida da população”, publicou Cabral, esta manhã.

A desistência de Cabral faz parte de uma movimentação que traz o DEM de Cesar Maia, provável candidato ao Senado, para a chapa de Luiz Fernando Pezão (PMDB) no Rio. A aliança foi arquitetada pelo presidente nacional do PSDB, Aécio Neves, dois dias depois de o PT fluminense ter atraído o PSB para a chapa de Lindbergh Farias (PT).

As alianças no Rio têm causado descontentamento nos partidos. Na sexta-feira, depois de o PSB anunciar que iria se coligar com o PT, o deputado Alfredo Sirkis (PSB) chamou a coligação de “suruba”. Ontem foi a vez do prefeito Eduardo Paes (PMDB) classificar a aliança de seu partido com o DEM como “bacanal eleitoral”.

Leia também

Em favor do ‘Aezão’, Cabral desiste do Senado

Eduardo Paes chama de ‘bacanal eleitoral’ aliança entre PMDB, PSDB e DEM

(Com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade
Publicidade