Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Bolsonaro tem a menor desvantagem para Lula na série histórica

Dianteira do petista, que era de 22 pontos em janeiro passado, caiu para 12 pontos na nova rodada do levantamento Genial/Quaest

Por Daniel Pereira Atualizado em 3 ago 2022, 07h37 - Publicado em 3 ago 2022, 07h00

Pesquisa Genial/Quaest divulgada nesta quarta-feira, 3, mostra uma nova diminuição da vantagem de Lula (PT) sobre Jair Bolsonaro (PL) na corrida presidencial. Segundo o levantamento, o petista tem 44% das intenções de voto, e o atual mandatário marca 32%. É a menor diferença entre eles desde o início da série histórica, em julho de 2021.

Em janeiro, Lula tinha 45% e Bolsonaro 23%. Em julho, os percentuais eram de 45% e 31%. Desde o início do ano, o ex-presidente está estagnado na liderança, enquanto o rival cresceu nove pontos. Apesar do avanço de Bolsonaro, Lula ainda teria chances de vencer no primeiro turno se a votação fosse hoje, já que está numericamente à frente de todos os rivais somados, que no geral atingiram marcas bem modestas.

Além dos favoritos, só pontuaram na nova rodada Genial/Quaest os candidatos Ciro Gomes (PDT), com 5%, André Janones (Avante), com 2%, Simone Tebet (MDB), com 2%, e Pablo Marçal (PROS), 1%. Considerando esses números, Lula seria eleito no primeiro turno com 51% dos votos válidos. Essa possibilidade está se estreitando com a recuperação de Bolsonaro.

Desde janeiro, a avaliação negativa do governo caiu sete pontos, de 50% para 43%. Entre os beneficiários do Auxílio Brasil, a queda na avaliação negativa foi de 9 pontos apenas entre julho e agosto. No último mês, também subiu de 42% para 45% o total de entrevistados que dizem que o presidente está fazendo o que pode para resolver os problemas do país. A estratégia de Bolsonaro de tentar reduzir o preço dos combustíveis e lançar um pacote bilionário de benefícios, ao que parece, já está rendendo frutos.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)