Clique e assine a partir de 8,90/mês

Bolsonaro diz que país está no final de ‘provação’ e critica Judiciário

Em evento com evangélicos, presidente afirmou que o Brasil foi 'o que melhor se saiu' na parte econômica durante a pandemia

Por Redação - Atualizado em 19 set 2020, 14h21 - Publicado em 19 set 2020, 14h09

O presidente Jair Bolsonaro disse neste sábado que o Brasil está na fase final de “uma grande provação”, referindo-se à pandemia de Covid-19, e criticou o Judiciário. Ele participou nesta manhã da Assembleia Geral Extraordinária da Convenção Evangélica das Assembleias de Deus do Distrito Federal e do Entorno.

“Passamos por uma grande provação. Ou melhor, estamos no final dela”, disse, afirmando depois que espera que o país volte à normalidade ainda este ano. “Na parte econômica, o Brasil foi o que melhor se saiu. Quis o destino também que na área de saúde, aos poucos, ao se deixar de politizar a única alternativa que nós tínhamos, começou-se a salvar mais vidas”, acrescentou.

O presidente disse ainda que teve que enfrentar “quase tudo, quase o mundo todo” ao tomar posições. “Tem uma passagem militar que vale para todos nós: pior que uma decisão mal tomada, é uma indecisão”. O presidente disse que tomou decisões “mesmo sendo tolhido pelo Poder Judiciário”.

Bolsonaro e seus apoiadores criticam há meses a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de reconhecer a competência de estados e municípios para adotar medidas contra a pandemia. A Corte, porém, não tirou poderes do governo federal.

ASSINE VEJA

A vez das escolas Leia esta semana em VEJA: os desafios da retomada das aulas nas escolas brasileiras. E mais: Queiroz vai assumir toda a responsabilidade por ‘rachadinha’
Clique e Assine

O presidente disse que recebeu críticas por visitar regiões do Distrito Federal no início da pandemia. Nessas visitas, Bolsonaro acabou provocando aglomerações entre populares, muitos deles sem máscara. Justificou dizendo que em um momento difícil não pode se esconder em um palácio. “Ou estou na frente e junto ou não estou fazendo um bom papel”, disse.

(Com Agência Brasil)

Continua após a publicidade
Publicidade