Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Bolsonaro: Achavam que eu iria resolver os problemas no peito e na raça

Em entrevista exclusiva a VEJA, presidente diz que ‘pressão é muito grande’ no governo, mas que já obteve avanços e que muitos apoiam a pauta de sua gestão

Durante duas horas, o presidente Jair Bolsonaro falou com exclusividade ao diretor de redação de VEJA, Mauricio Lima, e ao redator-chefe Policarpo Junior sobre reformas, desemprego, reeleição, os filhos, o amigo enrolado Fabrício Queiroz, o guru Olavo de Carvalho, trapalhadas de ministros, Lula, o PT, sabotagens, tuitadas e o atentado que sofreu durante a campanha, tema que, ao ser invocado, mudou completamente o ritmo da conversa, a fisionomia e o humor do presidente.

Em uma das respostas, disse que as pessoas acreditavam que ele resolveria os problemas do país “no peito e na raça”. “Não é assim”, afirmou.

Leia um trecho da entrevista, que estará na edição de VEJA que começa a circular nesta sexta-feira, 31. Clique para ler a entrevista na íntegra.

Como o senhor avalia a atuação da bancada do PSL, o seu partido? É um partido que foi criado, na verdade, em março do ano passado e buscava pessoas, num trabalho hercúleo no Brasil. Então nós fomos pegando qualquer um: “Quebra o galho, vem você, cara, vamos embora”. E tem muita gente que entrou e acabou se elegendo com a estratégia que eu adotei na internet. Só para ter uma ideia, o Major Olimpio, que estava em quarto em São Paulo, passou a ser o primeiro e se elegeu senador. Eu falava: “Clica aqui. Vote em um desses colegas nossos”. Teve muita gente que falou para mim: “Nossa, eu não esperava me eleger”. Por isso o pessoal chegou aqui completamente inexperiente, alguns achando que vou resolver o problema no peito e na raça. Não é assim.

Assine agora o site para ler na íntegra esta reportagem e tenha acesso a todas as edições de VEJA:

Ou adquira a edição desta semana para iOS e Android.
Aproveite: todas as edições de VEJA Digital por 1 mês grátis no Go Read.


PODCAST FUNCIONÁRIO DA SEMANA

Ouça o episódio abaixo e os detalhes da trajetória de Sergio Moro, ministro da Justiça e Segurança Pública.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Pedro Morais

    REFORMA DA PREVIDÊNCIA JÁ!! PRIVATIZAÇÕES JÁ!! FIM DA ESTABILIDADE PARA FUNCIONÁRIOS PÚBLICOS JÁ!! Chega desse Estado GLUTÃO que condena cada Brasileiro a MISÉRIA!!

    Curtir

  2. Wilson Francisco de Abreu

    Porque vc nao diz: pagamento das dividas dos empresario ao governo ja, NAO SONEGAR IMPOSTOS MAIS JA, NAO PROLONGAR DIVIDAS DOS RURALISTAS JA, GERAÇÃO DE EMPREGO E RENDA JA ( QUE EM CINCO MESES NAO SE FOU SOBRE ISSO. vC, DEVE SER UM OPORTUNISTA, RENTISTA OU UM ANALFABETO FUNCIONAL IGUAL O MORO

    Curtir