Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Ao lado de Amorim, Dilma participa de cerimônia na Aman

Ministro da Defesa não discursa e presidente não fala com imprensa, na Academia Militar das Agulhas Negras

Por Rafael Lemos 20 ago 2011, 15h55

A presidente Dilma Roussef, acompanhada do Ministro da Defesa, Celso Amorim, participou na manhã deste sábado da cerimônia de entrega do Espadim – réplica reduzida da espada de combate do Duque de Caxias, patrono do Exército – na Academia Militar das Agulhas Negras (Aman), em Resende, no Rio de Janeiro. O evento marcou o ingresso de 441 cadetes na Academia, sendo 270 da região Sudeste, 64 da região Sul, 29 do Centro-Oeste, 61 do Nordeste e 11 da região Norte, além de seis jovens de nações amigas: dois de Moçambique e da Angola, um da Guiana Inglesa e um do Peru.

A presidente, usando um blazer verde-oliva em homenagem ao Exército, foi recebida às 11 horas com contingências da Guarda de Honra e salva de 21 tiros da Artilharia. Dilma passou a Guarda de Honra em revista e seguiu em carro oficial para o pátio da cerimônia, escoltada pelo Esquadrão de Cavalaria.

O Espadim foi recebido pelo cadete Pedro Luiz Vieira Naves, de 17 anos, destaque da turma que acaba de concluir o Curso Básico.

Em breve discurso, Dilma parabenizou as famílias presentes e chamou a atenção para a presença dos cadetes estrangeiros, afirmando que o convívio entre os jovens estreita os laços entre os países representados. Ela ressaltou a importância do Exército para o país: “A sociedade brasileira reconhece o profissionalismo e a dedicação de nossos soldados em suas atribuições de defesa da pátria, na proteção das nossas riquezas, na garantia das nossas florestas e na participação como força de pacificação de comunidades ou no auxílio a regiões atingidas por catástrofes.” O Ministro Celso Amorim não se pronunciou.

Ao final da cerimônia, Dilma não falou com a imprensa e seguiu para uma visita à biblioteca da Aman.

Continua após a publicidade
Publicidade