Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Alvo de busca, senador diz que poderia ter entregado documentos

Ex-ministro da Integração Nacional, o senador Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE), um dos alvos de inquérito da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), disse nesta terça-feira, após a Polícia Federal ter cumprido mandado de busca e apreensão em sua casa, que ele próprio poderia ter entregado os documentos levados pelos policiais. “O senador manifesta sua confiança no trabalho das autoridades que conduzem este processo investigatório e continua, como sempre esteve, à disposição para colaborar com os ritos processuais e fornecer todas as informações que lhe forem demandadas; inclusive, de documentos que poderiam ter sido solicitados diretamente ao senador, sem qualquer constrangimento”, afirmou ele em nota. De acordo com o ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa, um dos principais delatores do petrolão, Bezerra Coelho foi responsável por arrecadar dinheiro ilícito para a campanha de reeleição do então governador de Pernambuco Eduardo Campos. Segundo o delator, Campos recebeu 20 milhões de reais do esquema para a campanha à reeleição em 2010. Paulo Roberto Costa afirmou que os valores foram intermediados pelo doleiro Alberto Youssef, depois de pedido explícito do senador, na época secretário do Desenvolvimento de Pernambuco. (Laryssa Borges, de Brasília)