Veja Digital - Plano para Democracia: R$ 1,00/mês

Aldo recua, diz que “pegou pesado” com Marina e esquece denúncias contra marido da ex-senadora

Relator do projeto do Código Florestal havia envolvido companheiro da candidata à Presidência pelo PV a contrabando de madeira

Por Da Redação 13 Maio 2011, 15h00

O deputado federal Aldo Rebelo (PCdoB-SP), relator do Código Florestal, voltou a defender a aprovação do seu texto, que pode ser apreciado na terça-feira na Câmara. Em entrevista à imprensa, na manhã desta sexta-feira, em Maceió, Aldo comentou ainda a denúncia que fez contra o marido da ex-senadora Marina Silva (PV-AC), Fábio Vaz de Lima, de que ele teria envolvimento com o contrabando de madeira. “Sei que peguei pesado e vou ligar para ela para desfazer esse mal entendido”, afirmou o deputado.

Aldo disse que, durante a sessão sobre o Código Florestal, no plenário da Câmara, ficou irritado quando soube, por meio de sua assessoria, que Marina Silva tinha postado mensagem no Twitter com crítica ao texto final.

“Naquele momento, de cabeça quente, sendo tachado de traidor pelos ecologistas, eu lancei mão dessa denúncia contra o marido da Marina, mas confesso que só tomei conhecimento dessa denúncia pela imprensa. Por isso, vou ligar para Marina para me explicar, afinal nunca tive problemas com ela, pelo contrário, sempre nos demos muito bem”, afirmou Aldo, em entrevista à TV Gazeta, no programa Bom Dia Alagoas.

O deputado disse ainda que seu texto levou em consideração não só a questão ambiental, mas também a questão social. “Não adianta proteger a margem de um rio e expulsar daquele ambiente um pequeno agricultor que sempre viveu ali, não sabe fazer outra coisa senão viver da cultura de subsistência e não tem para onde ir. Isso, pra mim, é antiecológico”, afirmou o deputado.

(Com Agência Estado)

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)