Clique e assine a partir de 9,90/mês

Osmar Terra, um ex-comunista na extrema-direita

Conheça a trajetória e as polêmicas do deputado federal que é dos mais alinhados com o discurso do presidente Jair Bolsonaro

Por Da Redação - Atualizado em 15 abr 2020, 19h29 - Publicado em 15 abr 2020, 19h21

Principal conselheiro do presidente Jair Bolsonaro na área da saúde e defensor da campanha pelo fim da quarentena, o deputado federal gaúcho Osmar Terra ganhou destaque na crise da pandemia como um oponente do ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta, sendo até apontado como um candidato à sucessão do titular da pasta. O deputado federal também adotou uma postura contrária às recomendações da Organização Mundial da Saúde.

Mas Terra nem sempre foi tão alinhado à direita. Na juventude, foi líder do movimento estudantil na Universidade Federal do Rio de Janeiro, ligado ao Partido Comunista do Brasil, e chegou a ser perseguido pela ditadura militar. Com o tempo, foi indo para a direita. Participou dos governos de Fernando Henrique Cardoso e Michel Temer antes de ser ministro de Bolsonaro até fevereiro de 2020, quando saiu da pasta da Cidadania para dar lugar a Onyx Lorenzoni, que saíra da Casa Civil. Com isso, voltou ao posto de deputado federal, mas ainda sonha com uma volta à Esplanada dos Ministérios. E sofre com críticas tanto de aliados quanto de inimigos políticos.

Conheça os detalhes de cada etapa da história de Osmar Terra em mais uma edição do podcast Funcionário da Semana

Publicidade