Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

O que a eleição da Argentina pode ensinar ao Brasil?

Thomas Traumann analisa o resultado da pré-eleição realizada na Argentina

O mercado financeiro pirou nesta segunda-feira, 12, com o resultado da pré-eleição na Argentina. A Bolsa de Buenos Aires caiu mais de 30%, o dólar chegou a 60 pesos e houve uma enorme fuga de capital. No Brasil, a Bolsa de São Paulo caiu 2% e as companhias brasileiras com negócios na Argentina sofreram perdas.

Mas por que tudo isso? O resultado da pré-eleição realizada no domingo indica que o atual presidente Mauricio Macri será derrotado de goleada. Tudo indica que o peronista Alberto Fernandez será o novo presidente da Argentina. E o que esse processo eleitoral pode ensinar ao Brasil? Países têm interesses, não ideologias. Ou seja, não importa se o país A é de esquerda ou se B é de direita, mas como essas relações podem ser benéficas para a sociedade brasileira. Escolher as amizades pela cor da camisa não dura porque os governos se vão e os povos ficam.

Outra questão é a interferência de Bolsonaro na campanha. Quando o presidente brasileiro manifestou apoio a Macri, os números do atual chefe de Estado argentino desabaram, numa mostra que, fora do Brasil, a rejeição a Bolsonaro é muito forte.

Entenda neste episódio do podcast Traumann Traduz: