Clique e assine com até 92% de desconto

É hora de interditar Bolsonaro?

As consequências das declarações insensatas do presidente

Por Thomas Traumann Atualizado em 11 nov 2020, 16h26 - Publicado em 11 nov 2020, 11h16

O presidente Bolsonaro fez declarações nesta terça, 10, que passaram dos limites até dos padrões dele. Além de ter comemorado a suspensão da vacina chinesa CoronaVac, abrindo nova frente na guerra com o governador de São Paulo João Doria, afirmou que o medo de Covid-19 “é coisa de maricas”, desmerecendo os mortos pelo vírus.

No auge do dia de fúria, o presidente reclamou de uma declaração feita pelo presidente eleito Joe Biden sobre a Amazônia.  Quando acaba a diplomacia, disse, “tem que ter pólvora“. Em menos de dez horas, o presidente demonstrou desprezo com os mortos pela Covid-19 e ameaçou guerra com a maior potência do mundo. É ou não caso interdição? No podcast da semana, Thomas Traumann analisa a repercussão das saraivadas inconsequentes de Bolsonaro.

Publicidade