Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Bolsonaro e os garimpeiros

Thomas Traumann analisa as declarações do presidente da República a um grupo de trabalhadores de Serra Pelada

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta terça-feira, 1, que “o interesse na Amazônia não é no índio nem na p**** da árvore. É no minério”. A frase ocorreu em discurso feito a garimpeiros de Serra Pelada, em frente ao Palácio do Planalto, após Bolsonaro receber representantes do grupo.

Foi como uma viagem ao tempo. Houve um outro presidente que fez um discurso similar defendendo os garimpeiros de Serra Pelada: foi o general João Figueiredo, o último militar a comandar o Brasil antes de Jair Bolsonaro. Figueiredo chegou a ir a Serra Pelada e foi carregado nos braços pelos garimpeiros ao prometer legalizar a área. Nos anos 80, o local se tornou um dos maiores formigueiros humanos da era moderna e matou centenas de pessoas. Há mais de 30 anos, não tem como explorar ouro na região com picaretas, somente com maquinário muito pesado.

O que Bolsonaro está fazendo ao se juntar aos garimpeiros é apoiar uma aventura inútil e perigosa. E ele está enganando a população.

Entenda neste episódio do podcast Traumann Traduz: