Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Publicidade

Notícias sobre Herman Benjamin

O caso PT-MDB iluminou o submundo das finanças eleitorais. O de Bolsonaro-Mourão poderá ser didático sobre manipulação digital para influenciar o voto
Pode ser o começo de uma bela amizade política. Se confirmada, Aécio tem pelo menos uma novidade, à margem da defesa judicial, para o livro que anuncia
Vêm aí a Lava Toga e a Lava Beca. Aleluia, amém, nós todos!
STJ decidiu julgar Miranda Coelho, o mágico da política: com salário de R$ 18 mil, fez fortuna de R$ 100 milhões só com desvio de dinheiro público
Os representantes da República falaram muito no ano e presentearam o país com um pouco de tudo: gafes, farpas, ironias, ataques e até declarações engraçadas
Gilmar é tanto mais eficiente quanto capaz de vestir os ardis políticos com o saber jurídico
Entre outros assuntos, a pauta incluiu os argumentos e circunstâncias que determinaram a absolvição da dobradinha de 2014 por 4 votos contra 3
O julgamento da chapa Dilma-Temer no TSE foi mais um momento em que fatos exasperam e provocam enjoo de estômago nos espectadores
Gilmar Mendes faria um favor a si mesmo e, sobretudo, ao país se tratasse de marcar encontros com princípios abandonados em algum lugar do passado
Gilmar Mendes e Herman Benjamin
Brasil, Política

O vexame histórico do TSE

Por Eduardo Gonçalves, João Pedroso de Campos Atualizado em 10 jun 2017, 08h01 - Publicado em 10 jun 2017, 08h00
Ministros excluem delatores do processo, absolvem chapa Dilma-Temer apesar de ‘provas oceânicas’ e dão sobrevida ao presidente no cargo
Os advogados Gustavo Guedes, de Temer, e Flavio Caetano, do PT
02m03s
play_circle_outline
Brasil, Política

Defesas dizem que TSE foi ‘justo’ na absolvição

Por Da Redação Atualizado em 10 dez 2018, 17h48 - Publicado em 9 jun 2017, 23h12
Gustavo Guedes, advogado de Michel Temer, e Flávio Caetano, advogado de Dilma Rousseff, comentam o resultado do julgamento no TSE
Vista do plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE)
Brasil, Política

TSE descarta delações e absolve presidente Michel Temer

Por Eduardo Gonçalves Atualizado em 9 jun 2017, 23h17 - Publicado em 9 jun 2017, 23h12
Em votação apertada por 4 votos a 3, TSE decide livrar presidente da cassação e Dilma da inelegibilidade
Julgamento no TSE não cassou, mas expôs a forma como a política se transformou num negócio
Publicidade