Zuma vai retirar suas tropas da República Centro-Africana

Segundo presidente sul-africano, o acordo entre os países já não é mais válido

Por Da Redação - 4 abr 2013, 11h53

O presidente da África do Sul, Jacob Zuma, anunciou nesta quinta-feira a retirada das tropas sul-africanas da República Centro-Africana, porque o acordo que autorizou o envio não é mais válido após a queda do governo de François Bozizé. “Tomamos a decisão de retirar nossos soldados. Estávamos na República Centro-Africana em aplicação a um acordo entre os dois governos”, disse Zuma ao canal SABC.

Leia também:

Leia também: África do Sul quer ajudar Brasil na segurança do Mundial

De acordo com o presidente sul-africano, a missão das tropas na República Centro-Africana “era ajudar a treinar os soldados, mas desde o golpe (de estado) e a chegada dos rebeldes ao poder é evidente que o governo não está mais em vigor”. Durante os combates pelo controle da capital centro-africana, Bangui, no mês passado, 13 soldados sul-africanos morreram, o que provocou muitas críticas a Zuma pela presença de tropas em um país instável.

Publicidade

Saiba mais:

Saiba mais: EUA oferecem US$ 5 mi por informações sobre Kony

(Com agência France-Presse)

Publicidade