Clique e assine a partir de 8,90/mês

Voo é desviado após homem gritar ‘jihad’ e tentar invadir cabine

O incidente ocorreu durante um voo de Washington a Denver. Homem gritou que havia jihadistas no avião e foi controlado por outros passageiros

Por Da Redação - 17 mar 2015, 15h29
Avião da United Airlines
Avião da United Airlines VEJA

Um voo da United Airlines que partiu de Washington para Denver voltou ao aeroporto de origem, na noite de segunda-feira, depois de um passageiro se comportar de maneira violenta e correr em direção à cabine do piloto. Segundo pessoas a bordo, o homem gritava que havia jihadistas no compartimento de carga e repetiu a palavra “jihad” várias vezes, até ser detido por outros passageiros.

A aeronave, com 33 passageiros e seis membros da tripulação, retornou ao seu destino logo depois da decolagem. Segundo o porta-voz da companhia aérea, Luke Punzenberger, o homem “falhou em cooperar com as instruções da tripulação”. O piloto do avião afirmou que o incidente não envolveu nenhuma arma. Um vídeo postado on-line mostra um homem de cabelos pretos, com o rosto ensanguentado, sendo empurrado contra o chão do Boeing 737 e dizendo, chorando: “Me desculpem, me desculpem”.

Leia também:

Executiva que parou voo para expulsar tripulante pede desculpas

Um ano depois do desaparecimento, familiares dos passageiros do voo MH-370 reclamam de abandono

Familiares de vítimas do voo MH370 rejeitam confirmação oficial de acidente

Donna Tellam, uma das passageiras a bordo, contou que dois homens o seguraram antes que ele alcançasse a cabine do piloto. “Em um determinado momento a cabeça dele estava baixa e ele disse que tinham jihadistas no compartimento de carga e ele também falou jihad algumas vezes”, afirmou. O piloto da aeronave relatou o ocorrido para a central de controle e depois que a situação já estava controlada disse que gostaria de retornar ao aeroporto para que as autoridades locais pudessem deter o passageiro problemático no desembarque.

Um porta-voz do aeroporto de Washington indicou que o homem foi levado para o hospital para observação. Ele não sofreu acusações formais e as operações do aeroporto não foram afetadas, afirmou. Depois que o passageiro foi desembarcado e detido, a aeronave prosseguiu para Denver.

Vídeo: Passageiro teve de ser contido durante voo nos Estados Unidos

https://youtube.com/watch?v=mZTdRo06Src

Continua após a publicidade

Hélice de avião se soltou, atravessou cabine e atingiu uma passageira durante um voo da Air Canada Express, no Aeroporto Internacional Edmonton, em Alberta, Canadá
Hélice de avião se soltou, atravessou cabine e atingiu uma passageira durante um voo da Air Canada Express, no Aeroporto Internacional Edmonton, em Alberta, Canadá VEJA

http://www.youtube.com/embed/XAbJlfIStSU?rel=0
Voo faz pouso de emergência após ‘parede’ interna se soltar

Um avião da American Airlines teve de fazer um pouso de emergência no dia 13 de outubro depois que um painel que revestia o interior da fuselagem se soltou, causando apreensão entre os passageiros. A aeronave ia de São Francisco para Dallas com 184 passageiros e seis tripulantes quando o incidente ocorreu. Ninguém ficou ferido e o avião pousou sem problemas. Imagens da “parede” solta do avião foram registradas por passageiros. Segundo relatos, o comandante queria continuar com o voo, mas acabou mudando de ideia após inspecionar os painéis pessoalmente e acabou voltando para o aeroporto de origem. De acordo com o jornal The Guardian, apesar de ser sempre desconcertante observar um pedaço de um avião quebrar, os painéis que revestem a parte interna não fazem parte da estrutura da aeronave, e portanto não influenciam na segurança do voo. Ainda assim, a aeronave foi temporariamente retirada de serviço para passar por reparos e inspeções mais detalhadas. Os passageiros foram realocados em outro avião da companhia.  

http://www.youtube.com/embed/7FNFhptKt3Y
Motor explode e cabine de avião é tomada por fumaça

Uma aeronave da companhia Jet Blue com 147 pessoas a bordo, entre passageiros e tripulantes, teve de fazer um pouso de emergência depois que um dos motores explodiu e a cabine se encheu de fumaça. O incidente ocorreu no dia 18 de setembro, pouco depois de o voo 1416 decolar do aeroporto de Long Beach, na Califórnia, rumo a Austin, no Texas. Os comandantes voltaram ao aeroporto de origem depois de verificar um alerta de superaquecimento de um dos motores. Quatro pessoas sofreram ferimentos leves.

http://www.youtube.com/embed/ejqmYWzu3Og
Parte da asa de avião com 60 a bordo se solta em pleno voo

Um avião que decolou de Londres transportando cerca de sessenta pessoas teve de retornar depois que um pedaço da asa se desprendeu em pleno voo. O incidente, na manhã de de 15 de maio, foi registrado em vídeo por um dos passageiros. Ninguém ficou ferido. Pessoas que estavam a bordo disseram ter ouvido um estrondo logo após a decolagem do Avro RJ85 da companhia Cityjet. O avião partiu do pequeno aeroporto de London City com destino a Florença, na Itália. Pouco segundos depois, alguns passageiros observaram que uma peça com cerca de dois metros havia se desprendido da asa esquerda e permaneceu pendurada por uma das pontas. 

Aeronave Airbus da Turkish Airlines
Aeronave Airbus da Turkish Airlines VEJA

Avião da companhia turca Pegasus é visto no aeroporto de Sabiha Gökçen, em Istambul, após sofrer uma tentativa de sequestro
Avião da companhia turca Pegasus é visto no aeroporto de Sabiha Gökçen, em Istambul, após sofrer uma tentativa de sequestro VEJA

Avião da Qatar Airways foi escoltado até o aeroporto de Manchester após uma suspeita de bomba
Avião da Qatar Airways foi escoltado até o aeroporto de Manchester após uma suspeita de bomba VEJA

Matt Christopher, passageiro de um voo da Virgin Australia, é detido em Bali, na Indonésia, depois de tentar invadir a cabine de comando da aeronave. Ele estava bêbado, e sua atitude levou o comandante a emitir um alerta de sequestro
Matt Christopher, passageiro de um voo da Virgin Australia, é detido em Bali, na Indonésia, depois de tentar invadir a cabine de comando da aeronave. Ele estava bêbado, e sua atitude levou o comandante a emitir um alerta de sequestro VEJA

Menino de 16 anos é levado para uma ambulância após viajar 5 horas no trem de pouso de um avião, no Havaí
Menino de 16 anos é levado para uma ambulância após viajar 5 horas no trem de pouso de um avião, no Havaí VEJA

“Knee Defender”, o equipamento que provocou a briga VEJA

(Da redação)

Continua após a publicidade
Publicidade