Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Violência em Acapulco deixa saldo de 8 mortos

Por Da Redação 2 jun 2012, 23h47

Chilpancingo (México), 2 jun (EFE).- Pelo menos oito pessoas foram assassinadas neste sábado em vários pontos do balneário turístico de Acapulco, no sul do México, em um ato supostamente ligado a grupos do crime organizado.

Uma fonte da Promotoria do Estado de Guerrero disse à Agência Efe que as vítimas são sete homens e uma mulher, localizados pela Polícia em diferentes pontos deste porto mexicano.

De madrugada, quatro homens foram encontrados crivados de bala no porta-malas de um automóvel no povoado de Los Órganos, localizado a poucos quilômetros do porto.

Posteriormente, na colônia de Renacimiento, um grupo de homens armados enfrentou Policiais Federais.

Nesse confronto, um suposto delinquente foi morto e mais quatro foram detidos, mas por enquanto não foram divulgadas suas identidades.

Além disso, um homem de aproximadamente 30 anos foi assassinado a tiros na colônia El Cayaco, e mais tarde um casal foi encontrado sem vida, na colônia Las Cruces, na entrada da cidade.

Há mais de um ano o grupo denominado La Barredora e o Cartel Independiente de Acapulco (CIDA) travam uma batalha pelo controle da cidade, a maior do sul do México na Bacia do Pacífico.

As mortes acontecem em um momento em que o México vive imerso em uma onda de insegurança por causa dos confrontos entre grupos criminosos em vários pontos do país e destes contra os militares e policiais destacados, até agora sem sucesso, para tentar diminuir a violência e pacificar as regiões em disputa do país. EFE

Continua após a publicidade
Publicidade