Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Vídeo: Jornalista húngara dá rasteira em refugiados que tentam entrar na Hungria

Após a divulgação das imagens, a cinegrafista foi demitida da emissora húngara 'N1'

Por Da Redação 8 set 2015, 21h15

Uma jornalista húngara foi flagrada dando rasteira e chutando refugiados que tentavam cruzar a fronteira da Hungria com a Sérvia. As imagens, registradas nesta terça-feira por um correspondente alemão, mostram a cinegrafista agindo em meio a dezenas de imigrantes que tentavam romper a barreira da polícia húngara para entrar ilegalmente no país.

De acordo com o site de notícias húngaro 444, a cinegrafista se chama Petra Laszlo. Ela trabalhava para a emissora de televisão N1 e foi demitida após a divulgação das imagens. “Hoje, uma colega da N1TV se comportou de forma inaceitável em Roeszke. A cinegrafista foi demitida imediatamente”, dizia um comunicado publicado no site da emissora, que se descreve como um canal “baseado em fatos” e “sem opinião”.

Leia também:

Centenas de refugiados rompem bloqueio policial na Hungria

Imigrantes protestam em estação de trem de Budapeste

A jornalista não é a única pessoa na Hungria contrária à chegada de refugiados. O primeiro-ministro do país, Viktor Orban, mandou construir uma barreira de 4 metros de altura na fronteira para impedir a entrada dos imigrantes.

No vídeo (abaixo), a cinegrafista aparece derrubando um homem que carregava uma criança no colo. Ele tentava fugir de um policial, mas acabou preso. Em outra imagem (na sequência), ela dá um chute em uma menina.

https://youtube.com/watch?v=uJu6X0Zy6sg

Cinegrafista chuta refugiados que tentavam fugir da polícia em Roszke, na Hungria - 08/09/2015
Cinegrafista chuta refugiados que tentavam fugir da polícia em Roszke, na Hungria – 08/09/2015 VEJA

(Da redação)

Continua após a publicidade
Publicidade