Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Vice-presidente chega ao Iraque para oficializar fim da guerra

Apesar do fim dos combates, os EUA ainda mantêm 50.000 soldados no país

Por Da Redação 30 ago 2010, 15h46

O vice-presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, fez uma visita surpresa ao Iraque nesta segunda-feira. O político deve participar, na terça-feira, da cerimônia que vai encerrar oficialmente o fim das operações de combate dos Estados Unidos no Iraque, com a passagem do comando militar do país do exército americano para as forças iraquianas.

De acordo com a Casa Branca, Biden vai se reunir em Bagdá com vários representantes do governo, entre eles o presidente, Jalal Talabani, e o primeiro-ministro, Nouri al-Maliki. Em ambos os encontros, o vice-presidente americano vai reiterar o compromisso de longo prazo dos EUA com o Iraque.

Esta é a sexta viagem de Biden ao Iraque desde que assumiu o cargo, em janeiro de 2009. Paralelamente, o presidente Barack Obama vai fazer um discurso à nação, nesta terça-feira, para anunciar o fim oficial da Guerra do Iraque aos americanos.

Guerra – Iniciado em março de 2003, na gestão de George W. Bush, o conflito no Iraque foi duramente criticado pela comunidade internacional. A retirada das tropas americanas do país árabe era uma das promessas eleitorais de Obama.

Apesar do fim dos combates, os Estados Unidos vão manter cerca de 50.000 soldados no Iraque. A principal missão dessas tropas é treinar as forças iraquianas em técnicas de segurança, combate ao terrorismo e proteção dos civis.

Segundo o compromisso assinado entre os dois países, os Estados Unidos abandonarão completamente Iraque em dezembro de 2011.

(Com agência EFE)

Continua após a publicidade
Publicidade