Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Vantagem de Hillary sobre Trump cai de 5 para 3 pontos em nova pesquisa

A provável candidata democrata é favorita entre mulheres, negros e hispânicos, mas ainda não consegue o apoio de homens brancos e com menor nível de instrução

A vantagem da pré-candidata democrata à Presidência dos Estados Unidos, Hillary Clinton, sobre o virtual indicado republicano, Donald Trump, caiu de 5 para 3 pontos porcentuais na semana passada, de acordo com uma pesquisa divulgada nesta terça-feira pela emissora NBC News.

Nas simulações de pleito entre os dois favoritos, Hillary tem 48% dos votos contra 45% de Trump. A pesquisa atribui a diferença ao apoio que a ex-secretária de Estado tem entre os afro-americanos, hispânicos e mulheres.

A vantagem de Clinton com o público feminino é de 15 pontos porcentuais, margem praticamente equivalente à registrada por Trump entre os homens. No entanto, mulheres têm ligeira vantagem sobre os homens no eleitorado americano. O magnata americano tem um longo histórico de comentários sexistas, e seu índice de rejeição entre o público feminino é de 70%, de acordo com as pesquisas.

Entre os afro-americanos, a ex-primeira-dama vence o bilionário de maneira arrasadora: 84% dos votos contra 9% de Trump. Já entre os hispânicos, grupo contra o qual o republicano foi especialmente ofensivo durante toda a campanha, a distância é menor: 65% para Hillary e 28% para Trump.

Leia também:

Trump diz que refugiados podem repetir o 11 de setembro

Trump e líder republicano sinalizam aproximação

Outra diferença entre os eleitores dos favoritos nas primárias é o nível de instrução. Clinton vence o adversário republicano entre os eleitores com diploma universitário – sete pontos porcentuais. Por outro lado, o empresário vence entre pessoas com educação secundária ou primária por cinco pontos porcentuais. A pesquisa da NBC News e da SurveyMonkey se soma a outras que apontam que a vantagem de Hillary sobre Trump está diminuindo, faltando quase seis meses para as eleições presidenciais.

Primárias de Oregon e Kentucky – Nesta terça-feira ocorrem as prévias de mais dois estados americanos, e Clinton tem nova oportunidade de ampliar sua vantagem sobre seu adversário democrata, Bernie Sanders. A ex-primeira-dama foi derrotada nas primárias da Virgínia Ocidental, na semana passada, mas se mantém na liderança no resultado geral. Em vez de focar a disputa com Trump, Hillary passou a segunda-feira em intensa campanha no Kentucky, em busca dos votos de um setor que resiste em apoiá-la: homens brancos da classe operária.

(Com EFE e AFP)