Clique e assine a partir de 9,90/mês

Usina nuclear desativada após terremoto provoca receios

A falha de geradores foi uma das principais causas do desastre em Fukushima

Por Da Redação - 24 ago 2011, 09h40

O terremoto de magnitude 5,8 que atingiu a costa leste dos Estados Unidos na terça-feira provocou preocupações por seu epicentro estar a poucos quilômetros da usina nuclear de North Anna, no centro de Virgínia. Na terça-feira, a Comissão de Regulação Nuclear dos Estados (NRC, na sigla em inglês) anunciou o fechamento de seus dois reatores nucleares como medida de precaução. A falha de geradores foi uma das principais causas do desastre na usina de Fukushima, no Japão, atingida após um tremor seguido de um tsunami que levou o país a uma grave crise nuclear.

Os dois reatores, operados pela empresa Dominion Generation e localizados na estação North Anna, foram desativados temporariamente, operando com a ajuda de três geradores diesel. O terremoto também afetou as linhas telefônicas fixas da usina nuclear. Tanto a NRC quanto a Dominion deslocaram analistas para inspecionar a usina. Um porta-voz da Dominion informou que não houve “grandes” danos às instalações, e a NRC disse que o desligamento ocorreu de forma segura e não apresentava riscos para o público.

“Usinas nucleares perdem uma margem significativa de segurança quando são obrigadas a depender desses sistemas de emergência”, disse à agência Reuters Paul Gunter, diretor de vigilância dos reatores na Beyond Nuclear, um grupo ativista contrário à energia nuclear. O porta-voz da Dominion, Jim Norvelle, disse que a usina foi projetada para suportar um terremoto de magnitude de até 6,2, mas alguns especialistas manifestaram preocupação com a pequena margem entre o nível estipulado pelo projeto da usina e o terremoto de terça-feira.

“Foi desconfortavelmente próximo à base do projeto”, disse à Reuters Edwin Lyman, da União de Cientistas Preocupados, que tem pressionado por regulamentos mais rígidos no setor nuclear. “Se Fukushima não foi um chamado de alerta, isso realmente precisa ser, para que o NRC e a indústria comecem a realizar revisões sísmicas para todas as usinas nucleares do país.” Outras 12 usinas nucleares na Costa Leste declararam algum “evento fora do comum” depois do tremor, o mais baixo das categorias de emergência do NRC.

Publicidade