Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

‘Um país de cogumelos’ e outros slogans bizarros da Coreia do Norte

Lista com mais de 300 frases propagandísticas do regime de Kim Jong-un foi publicada por agência oficial

Por Da Redação 12 fev 2015, 20h26

Em um regime que tem na propaganda sua principal arma, a criatividade parece não ter limites – e o ridículo também não. Por ocasião dos 70 anos da Coreia do Norte, o Partido dos Trabalhadores da Coreia (PTC), o único no país, elaborou uma relação de nada menos que 310 slogans, divulgados nesta quinta-feira pela agência oficial KCNA. “Façamos de nosso país um país de cogumelos!”, sobre o cultivo de champingnons, é uma das pérolas do partido para exaltar a ditadura comunista e ecoar as bravatas difundidas por Kim Jong-un sobre “acabar com as provocações militares e esquemas de jogos de guerra dos Estados Unidos e belicistas sul-coreanos” e “expulsar as forças agressivas imperialistas americanas da Coreia do Sul”.

Leia também:

Coreia do Norte testa cinco mísseis de curto alcance

Ativistas lançam panfletos na Coreia do Norte, apesar dos apelos de Seul

Coreia do Norte ameaça EUA com ‘guerra desastrosa’ por causa de sanções

Continua após a publicidade

O tirânico regime também exalta: “Vida londa ao grande Kimilsungismo-Kimjongilismo!”, uma referência ao fundador da dinastia comunista Kim Il-sung e ao seu filho, Kim Jong-il. “Vamos moldar todo o Partido e toda a sociedade no Kimilsungismo-Kimjongilism!”. “Se os inimigos ousarem invadir nosso país, aniquilem-nos até o último homem para que nenhum deles sobreviva para assinar o documento de rendição!”, ordena outro slogan. “Mantenha a fé revolucionária até a morte!”, “Lute até a morte pelo nosso país e nação!”. Enquanto isso, as mulheres dos oficiais devem “se tornar auxiliares de confiança de seus maridos”.

Conforme o tema, o tom do slogan é agressivo, ameaçador, reconfortante ou encorajador – mas sempre delirante. Viver na Coreia do Norte é um pesadelo, mas o regime fala em “construir um país de conto de fadas para as pessoas pela força da ciência”. Há ainda preocupações relevantes…só que não: “Mais uniformes escolares elegantes para nossas queridas crianças”. Ou ainda: “Pratiquem esporte de forma ofensiva”. Os momentos mais risíveis, no entanto, estão relacionados às questões cotidianas, como a alimentação — um tema sério devido à fome endêmica no país. Além da referência ao cultivo “científico, intensivo e industrializado” de cogumelos, há também a seguinte exortação: “Que as frutas caiam em cascatas, que seu doce aroma encha o ar sobre um mar de maçãs no porto de Chol!”.

Saiba mais:

Cinco coisas que enfurecem o ditador Kim Jong-un

(Com agência France-Presse)

Continua após a publicidade
Publicidade