Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

UE pede ao Japão que elimine pena de morte

Estados Unidos e Japão são os únicos países industrializados e democráticos que ainda aplicam a pena capital

O vice-presidente da delegação da União Europeia (UE) no Japão, Maeve Collins, pediu nesta quinta-feira ao governo japonês que elimine a pena de morte de seu Código Penal e se una a maioria de países do mundo que já a aboliram de sua legislação. “A pena de morte é uma afronta à dignidade humana e uma violação dos direitos humanos”, afirmou Collins em um fórum organizado em Tóquio pela Comissão Europeia.

Collins insistiu na necessidade de criar um debate “aberto” dentro da sociedade japonesa sobre este assunto e, neste sentido, acredita que é importante que o público receba uma informação correta sobre as condições da pena de morte em seu país. Junto com Estados Unidos, o Japão é a única nação industrializada e democrática que ainda aplica a pena capital, executando na forca os condenados.

Leia também

Ministro iraniano diz que “não há necessidade” de enforcar condenado novamente

A UE proíbe expressamente seus 28 países-membros de aplicar a pena capital e cerca de 150 dos 193 países das Nações Unidas já eliminaram esta forma de condenação ou aprovaram uma moratória. O Japão realizou seis execuções este ano e atualmente há 132 presos no corredor da morte, de acordo com o Ministério da Justiça do país.

(Com agência EFE)