Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

UE descarta reabrir acordo do Brexit com próximo premiê do Reino Unido

O presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, reiterou que o tratado não foi feito com Theresa May e sim com todo o povo britânico

O presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, reiterou nesta terça-feira, 11, que a União Europeia não irá renegociar o acordo para a saída do Reino Unido do bloco, negociado com a primeira-ministra interina, Theresa May, com o próximo premiê britânico.

“Não haverá renegociação sobre o conteúdo do acordo de saída do Brexit“, assegurou o chefe do Executivo da União Europeia em um evento organizado pela agência Politico.

Depois de fracassar três vezes em sua tentativa de fazer o Parlamento britânico aprovar o acordo alcançado no último mês de novembro com Bruxelas, após 17 meses de conversas, May anunciou sua renúncia ao cargo no dia 24 de maio. Agora, dez membros de seu partido, o Conservador, disputam sua sucessão.

Um deles, o chanceler Jeremy Hunt, expressou sua confiança de que os europeus “estariam dispostos a renegociar”. Já o favorito, seu predecessor Boris Johnson, ameaçou não pagar à União Europeia a conta prevista pelo Brexit.

“Este não é um tratado entre Theresa May e Juncker. Este é um tratado entre o Reino Unido e a União Europeia, que deve ser respeitado por quem quer que seja o próximo primeiro-ministro britânico”, afirmou o chefe da Comissão.

Juncker manifestou, no entanto, a disposição do bloco econômico de prestar “esclarecimentos, precisões e acréscimos” à Declaração Política, um texto que acompanha o acordo de separação e base para as negociações sobre as futuras relações entre as duas partes.

O Reino Unido deveria ter deixado a União Europeia em 29 de março, conforme acordado pelos britânicos em um referendo em junho de 2016, mas a saída foi adiada para 31 de outubro pela falta de acordo em Westminster.

(com AFP)