Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

UA faz apelo por situação humanitária na República Centro-Africana

Por Da Redação 19 nov 2011, 07h38

Adis-Abeba, 19 nov (EFE).- A União Africana (UA) afirmou neste sábado em comunicado estar muito alarmada pela situação humanitária na República Centro-Africana (RCA), cada vez mais deteriorada pelos confrontos esporádicos que desde setembro são registrados entre organizações militares e políticas no nordeste do país.

‘O presidente da Comissão da União Africana (UA), Jean Ping, está profundamente preocupado com a deterioração da situação humanitária na RCA’, diz o comunicado do organismo.

Segundo organizações humanitárias, milhares de civis foram obrigados a se deslocar, e muitas casas, em algumas ocasiões povoados inteiros, ficaram destruídos pelos enfrentamentos.

‘Os confrontos causaram muitas vítimas e danos substanciais, e deslocaram milhares de pessoas’, acrescenta a carta da União Africana.

Por essa razão, a UA instou aos membros do organismo e a outros doadores a que enviem ajuda humanitária urgentemente ao país.

‘Levando em conta que a situação humanitária prossegue sem atrair atenção, o presidente da Comissão urge aos estados-membros da UA e a outros parceiros que demonstrem sua solidariedade com a RCA, seu povo e seu governo, e que proporcionem a assistência necessária para aliviar o sofrimento dos afetados’, acrescenta a nota.

Além disso, Ping faz um apelo às partes envolvidas no conflito para que ‘não poupem esforços em implementar os diferentes acordos que forem firmados’. EFE

Continua após a publicidade

Publicidade